sábado, 17 de agosto de 2013


A CORIZA: O LIMIAR DOS MOMENTOS INCERTOS.


 O “nariz entupido”, na prática, é a congestão nasal gerada pelo muco ou catarro armazenado nas fossas nasais. Para a Emotologia, revela o conflito entre o que a pessoa sente e o que os outros falam, num cenário de enfrentamento contra sua presença, ideias e posicionamentos.

 Se a pessoa não tem segurança, qualquer coisa a abala, não existe solidez interior. Esse estado de insegurança dificulta a absorção da energia externa vinda do cosmos e absorvida pelo organismo, causando assim, uma baixa da imunidade em relação ao ambiente que convive.

 Com a inflamação nasal e o aumento da produção de catarro surge a coriza. A coriza representa o limiar do desconhecido e alguns elementos incertos que temos que confrontar. O organismo trabalha incansavelmente para tentar restabelecer a harmonia perdida com o negativismo do ambiente que tanto incomoda a pessoa.

 Aqueles que lidam com seus problemas sem fazer dramas, encarando as situações com atitude e objetividade, mantém saudável este sistema. Nos dias de hoje, saber cultivar o respeito próprio e a dignidade são habilidades importantes, que ajudam a extrair o melhor que existe no universo das pessoas que estão ao nosso redor e define nossa escolha de renovação.

 Para reverter este quadro, basta reposicionar-se melhor interiormente. Dê mais importância ao que você sente do que ao que os outros falam ou pensam a seu respeito. Valorize seu jeito de ser, para não depender da aprovação de ninguém e, use sua capacidade de renovação para respirar novos ares, bem como deixar fluir todos os potenciais da sua mente. 

“Invista o seu melhor naquilo que faz. Acredite em você, porque a vida sempre conspira a nosso favor”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário